segunda-feira, 10 de março de 2008

Uma estranha "lógica democrática" (3)


A.Cabral no Bitoque

2 comentários:

Anónimo disse...

Um debate que urge fazer! Parabéns ao André pela coragem de relançar o debate sobre a origem, os limites e as vicissitudes da Democracia. Esparsamente, temos ao longo dos tempos exposto os fundamentos da real e efectiva Democracia Política,forma de governo e administração da coisa pública com um leque variado de cambiantes e diferenças.
Neste caso preciso, a democracia ateniense tinha por fundamento prático o uso da tiragem à sorte(1),a rápida rotação das responsabilidades pelos eleitos(2), a prestação de contas(3) e a impossibilidade de se auferir remuneração e o veto categórico , de facto(4), de exercer múltiplas vezes as mesmas funções. Aristóteles liga claramente a democracia à tiragem à sorte dos responsáveis.À partida se detecta quanto o ideal democrático tem sido vilipendiado, condicionado e desnaturado, ao longo dos séculos. FAR

Anónimo disse...

NBene: São cinco os passos, digamos, do processo democrático de base. E não só quatro. Pressas...FAR