quarta-feira, 23 de maio de 2007

A ler

No Arrastão um grande post do Daniel Oliveira, do qual destaco este excerto:

«Na verdade, estes "liberais" acreditam na liberdade das empresas, mas odeiam a liberdade dos indivíduos, que os transporta para o pesadelo do caos. A questão deles não é, na realidade, a liberdade. São as limitações à liberdade de quem sempre a teve: seja o patrão ou o chefe de família. Eles nada têm contra o Estado. O problema deles é o Estado Democrático, que deve defender a liberdade de todos os cidadãos por igual. O problema deles é que a liberdade democrática, a liberdade de todos os cidadãos, limita a liberdade dos poderes de sempre. São, na realidade, mais conservadores do que qualquer anti-liberal.»

Na mouche!

1 comentário:

Filipe Brás Almeida disse...

A abordagem «Libertariana» ou anarco-capitalista, é na sua essência um argumento anti-democrático.

Por isso, concordo completamente com este post.