sexta-feira, 4 de abril de 2008

Zimbabué: Jornalista do NY Times detido pela polícia de Mugabe

Barry Barack, enviado do NY Times, e pelo menos mais outro jornalista estrangeiro foram detidos pela polícia de Mugabe. O cônsul americano em Harare contactou na prisão o enviado especial, que foi acusado pelo governo de violar as regras do "jornalismo e actuar sem acreditação". Desconhece-se se outros jornalistas estrangeiros foram igualmente detidos. Por outro lado, as forças policiais invadiram várias sedes do MDC, o partido da Oposição, que venceu as Legislativas e confessa liderar a contagem dos votos das Presidenciais.

A tensão e os rumores ganham o campo político zimbabueano, o que deixa os observadores perplexos. Esta vaga repressiva orientada pela Polícia, parece ser "um mau sinal", revelava o enviado da Reuters no telegrama que o NY Times Online publicou. A hipótese de uma segunda volta das Presidenciais, apesar do candidato da Oposição ter atingido mais de 50 por cento dos votos, pode estar comprometida. O que pode originar uma onda indescritível de violência e caos, num ambiente infernal de fome e miséria assustadoras.

(Mais aqui)

FAR

11 comentários:

Anónimo disse...

No The Guardian de hoje: Mugabe diz que se vai embora se nao for julgado pelos Crimes de Genocídio. FAR

Anónimo disse...

O Mugabe é um tarado e os
jornais que amamentam os
seus disparates são ainda
piores!

Anónimo disse...

Sr/ Sra. Anónimo(a) das 2.22PM: Meta a cabeça na areia e espere pela volta...O Mugabe é o protótipo dos ditadores dos dias-de-hoje, antigo marxista que combateu o Colonialismo inglês com as armas na mão. Tudo isso tem que ser dito, analisado e enquadrado, pois, para nosso mal, há países vizinhos que sofrem(erão...)as mesmas privações e vicissitudes. Quem não percebe isto, só com muita lata e inconsciência se pode dar ao luxo de comentar, percebido? FAR

NB: Parece que há outros jornalistas estrangeiros alvo de prisão e expulsão. Ao mesmo tempo que correm os mais díspares rumores.FAR

Dialógico disse...

Acabei de conhecer o Vosso Blog e gostei! Penso cá voltar!
Luís Mourinha

wwwfilosofiaparatodos.blogspot.com

Grogal disse...

SECURITY CENTER: See Please Here

Anónimo disse...

ACHTUNG: GROGAL é um vírus post-moderno

ATenção Vírus com o nome

GROGAL

Se não se ataca; in mobile;

adios PC

FAR

Anónimo disse...

Grande artigo do NY Times, há cerca de 1 Hora.Michael Wines, em Joanesburgo, conta que a Oposição critica o GOLPE de ESTADO deslizante, que Mugabe e os seus sequazes tentam realizar com a realização de uma Segunda Volta das Presidenciais, dentro de 30 ou 90 dias. Pormenores da prisão do jornalista do NY Times são também muito bem narrados. FAR

Anónimo disse...

Cinco horas de la tarde: O The Guardian anuncia hoje que os veteranos do partido de Mugabe, ZANU-PF, fazem força para que ele não dispute a segunda volta das Presidenciais. Uma batalha jurídica de certa gravidade surgiu, entretanto: os procuradores do MDC queriam forçar a Alta Autoridade de Justiça a publicar os resulatdos das eleições gerais e Presidenciais. O MDC clama vitória para o seu candidato por mais de 50 por cento.
Entretanto, Mbeki, o PR sul-africano, declarou em Londres que tudo está a decorrer bem...em Harare. FAR

PS: Será que os vírus terroristas vão acabar por forçar os Blogues a introduzirem a identificação prévia nos Comentários? Vejam as deliciosas curvas que dá o Big Brother?!? FAR

Anónimo disse...

O Mbeki também diz que a SIDA é uma invenção, entre outras enormidades. Os últimos "veteranos" que eu vi foi na televisão a queimar as fazendas dos zimbabuanos brancos, e não tinham mais de trinta anos, o que foi outra originalidade do Mugabe. Os verdadeiros veteranos que ainda estão vivos e que escaparam à fome e à doença, devem estar a rezar pela pele do Mugabe, fartos de tanta incompetência, corrupção e de um déspota que começa a ser comparado a Pol Pot, na chacina pela fome, doença e violência que está a fazer ao povo dele.

Anónimo disse...

e eu também

Anónimo disse...

Domingo, 6, 11 horas: Matina TMG: O Sunday Mail, de Harare citado pelo Le Monde, diz que o partido de Mugabe quer recontar os votos das eleições. Uma série de atoardas correm contra o MDC, instigadas pelos " mercenários " ao serviço dos inconfessáveis interesses de Robert Mugabe e camarilha sanguinária. FAR