domingo, 20 de abril de 2008

Cesso a minha colaboração

Retirem o meu nome deste blog.

12 comentários:

Anónimo disse...

Prá Sibéria, já !

Anónimo disse...

Porquê? Estou sinceramente interessado em sabe.
José Pinto de Sá

Anónimo disse...

Assim, sem mais? Mais um para a lista dos desaparecidos? Só vai sobreviver o FAR?

Anónimo disse...

Outro para a penca?
Isto está a ficar feio!

Anónimo disse...

A penca é uma epidemia?

Anónimo disse...

Perdoem a incultura, mas o que é a "penca"? A sério, Rebelo, porque te vais?
José Pinto de Sá

Anónimo disse...

A penca? Coisas da cidade... fica-te pelo campo!
Safa-te!

Anónimo disse...

A penca é o INOMINÁVEL.

Anónimo disse...

Zé Pinto Sá,
Não tenho a certeza,mas parece-me
que a penca é uma boa cambalhota dialéctica.
Um grande beijo para ti e convence o Fernando Rebelo a não abandonar o blogue.

Armando Rocheteau disse...

José:
Não sei que mosca mordeu o Fernando. Na próxima quarta, ao almoço, saberei.
É escusado dizer que a qualidade do Fernando nos faz imensa falta.
Em relação à aludida penca, parece-me que é alguém a meter o nariz onde não é chamado.

Anónimo disse...

Amén

Anónimo disse...

José:
PENCA: (s.f.) agrupamento
de frutos e/ou folhas;
(pop.) nariz grande... etc.
(tu sabes!). Eheheheheh...
Armando:
Alguém anda mesmo a meter
o nariz onde não é chamado!
Abraços aos dois. JF.
(F. Rebelo: volta, pá!)