terça-feira, 1 de abril de 2008

Há festa na aldeia



11 comentários:

Anónimo disse...

Prato do dia: omolete à moda do Harz.

Ana Cristina Leonardo disse...

vão os verdadeiros ou de plástico?

Armando Rocheteau disse...

Cristina:
Os verdadeiros não dão para omeleta. Isto porque o apetite é muito. Os de plástico não se oferecem a pessoas amigas.
Assim tenham nascido e crescido tenho para ti um cantor. De canto clássico.

Ana Cristina Leonardo disse...

Armando: onde escrevi "vão" queria escrever "são". não me passaria pela cabeça comer pássaros ou omoletas dos ditos. afinal, eles cantam, não é?

Ana Cristina Leonardo disse...

a gaiola é que me faz impressão (pois, já sei que à solta morrem)

Anónimo disse...

Vivam os futuros canários
da prole do Armando!
Futuros solistas tenóricos
dos Santeros? Ai... ai...

Anónimo disse...

Parabéns aos avós!

Armando Rocheteau disse...

Não conheço os avós dos meus canários. Pelo respeito que devo ao gentil anónimo, vou investigar, sem garantir que, encontrando os ditos, estes se sintam parabenizados.
Se o agradável anónimo se refere aos avós do blogue, vou endereçar isto ao André.

Anónimo disse...

Não, não... era mesmo para os avós da omeleta!

Anónimo disse...

Eu acho é que o Armando anda a chocar uma Boa! FAR

Anónimo disse...

Armando, vê se adiantas uma hora ao relógio desta coisa