segunda-feira, 14 de abril de 2008

Allan D. Bloom: Weber e Nietzsche

" Weber designa Nietzsche como o ponto de partida comum dos pensadores admiráveis do séc.XX. Indica-nos também qual é o único problema fundamental: a relação entre a razão, ou a ciência, e o bem. Quando fala da " felicidade " ou do " último homem", Nietzsche não quer dizer que o "último homem" seja infeliz, mas únicamente que essa felicidade é nauseabunda. Para se compreender acertadamente a situação em que nos encontramos, é preciso possuir a experiência de um desprezo profundo; ora a nossa capacidade de desprezo está a desaparecer. A ciência de Weber pressupõe esta experiência, que se pode classificar de subjectiva "
In Allan D. Bloom, A alma desarmada.Ensaio sobre o declínio da Cultura Geral. Edit. Julliard.Paris
FAR

2 comentários:

Anónimo disse...

"Despreza tudo,mas de modo que o desprezar te não incomode. Não te julgues superior ao desprezares. A arte do desprezo nobre está nisso."

Fernando Pessoa

Anónimo disse...

Far
O meu silêncio é a mais perfeita expressão de desprezo por ti.