terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Um governo "socialista"

Leio no DN que, de acordo com os cálculos recém-aprovados sobre a "sustentabilidade" do sistema de pensões, os trabalhadores jovens terão, em muitos casos, e para não ser penalizados na reforma, de trabalhar até aos 68 anos.
Pressinto que não faltará muito tempo até começar a ler argumentos sobre a imoralidade e a insustentabilidade de as gerações jovens sustentarem sequer qualquer sistema de pensões às gerações idosas. Nesse tempo não distante, o que aparecerá como "justo" será cada um descontar para si, e receber apenas o que poupou, numa patética mascarada destinada a eliminar qualquer vestigio de solidariedade social e princípio redistribuitivo.
Nessa altura eu, pelo menos, não me esquecerei do grande impulso dado à "modernidade" do sistema de pensões por um governo "socialista".

1 comentário:

AZUL DRAGÃO disse...

André :

Popilas...que esta é forte !