sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

A bombordo

Descobrir.
Achar a enseada do teu sorriso,
a claridade dos teus olhos.

Amena enseada onde chegava na claridade da manhã.

Navego para chegar a ti.
Tonto, da jornada que me leva a ti.

Falta-me o remo da Palavra,
poder alcançar-te, falando.

A viva voz
O olhar...

1 comentário:

Anónimo disse...

Vira a estibordo, caro "fr"!
Na enseada do outro lado
encontrarás o remo Palavra
que te levará a Ela,
à voz viva
e ao olhar directo.
Navega e não entonteças!!!
Abraço.