quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Putin: fuga para a frente

Ninguém pode ter as cartas e as regras do jogo, ao mesmo tempo. Putin parece que pode. Uma semana após a "banhada" das Legislativas, o PR russo "escolhe" o seu sucessor, Dmitry Medvedev, o patrão-encarregado do Kremlin na Gazprom, o "fiel" serventuário mais apolítico da banda dos quatro candidatos à sucessão. Numa conjuntura internacional muito confusa, a instabilidade política russa só conforta os próceres das soluções mais extremistas e isolacionistas, uma espécie de pacto secreto onde os mais fortes ditam as regras e exploram sem escrúpulos... E a lista de iniciativas desenvolvimentistas russas perfila um conluio cínico com os grandes da U.Europeia e o novo clube dos produtores de petróleo. Estão a ver a cena?!?
Tudo parece como num conto de fadas. Mas a realidade é bem diferente: uma surda guerrilha de clãs "instalou-se" nas alcatifadas antecâmaras do super-poder russo, em Moscovo. Segundo os grandes analistas internacionais, Putin tenta "matar" a guerra de clãs que se instalou entre o todo-poderoso ministro da Defesa, Sergei Ivanov, e o chefe da casa-civil presidencial, Igor Sechin. Ambos, com carreira na FSB/ KGB, queriam condicionar a sucessão de Putin. Ivanov, pormenor muito curioso/perigoso, tinha mesmo dado forma à constituição de uma equipe de campanha... Putin não gostou e nomeou, em Setembro passado, um novo PM, Viktor Zubbkov, para despistar os incautos e ganhar tempo...até às Legislativas. Agora, mais liberto de mãos, nomeou um aparatchik liso, fiel e inodoro, da média/alta classe de St. Petersburgo, com provas dadas e da maior das confianças: o tecnocrata Dmitry Anatolevitch Medveded. Por quanto tempo? Com que credibilidade Putin pode "impor" esta escolha? O diabo que escolha, apesar da margem de manobra do presidente russo ser ainda enorme. Mas há divergências e apetites insaciáveis.
Os grandes jornalistas do F. Times- Catherine Belton e Neil Buckley- dizem que estamos na "estação das intrigas" em Moscovo. E citam as incontornáveis opiniões de Olga Kryshtanovskaya e Nikolai Pterov, dois opinion-makers de alto coturno, que juram que nada está ainda decidido...para suceder a Putin, que quer continuar a "mandar"...
Putin foi obrigado a nomear um não FSB/KGB para se perfilar como seu sucessor. É uma fraqueza e um desafio. Mas, segundo os analistas,o que é importante para Putin é que Medvedev não pertença à FSB/KGB e não tenha laços com os burocratas que controlam os quatro pilares repressivos do regime - Interior, Procurador-Geral, Defesa e Serviços de Segurança Interna e Externa. Porque Putin quer continuar a " controlar " esses pontos-chave do poder russo, esteja onde estiver no organigrama de Estado. A ver vamos, portanto.

FAR

6 comentários:

Anónimo disse...

Atencao, muita atencao: Buckley e Belton escrevem agora que a Guerra dos Clans no Kremlin, é entre os Liberais...e os paramilitares...FAR

ana cristina leonardo disse...

FAR, lá vamos ter de ficar do lado dos Liberais!

Pitigrili disse...

Onde já vimos este filme, a transformação da presidência num cargo honorífico e a concentração dos verdadeiros poderes nas mãos do presidente do Conselho de Ministros? Os dirigentes das diferentes facções internas deveriam estudar melhor a gestão palaciana de um rapaz de Santa Comba há uns 80 anitos...

Anónimo disse...

Ana Cristina: Já bebi uns copitos de Rioja. Que bom! Sei que dá um certo valor ao que escrevo! O que é óptimo! O que me parece, no entanto, é que a Blogosfera implica um quantitativo de Informação, quasi permanente! Eu faco o melhor por isso, claro. Salut! FAR

Anónimo disse...

Nota bene: No IHT, de hoje,surgem uns artigos muito interessantes sobre o PUtin! Como sabem, o IHT é a edicao mundial do The New York Times. Mas às vezes traz artigos excluisvos. É este o caso: Dois universitários de Stanford uNIVERSITY,Michael McPaul e Kathryn Stoner-Weiss, publicam um artigo sensacional(parte) sobre os Mitos do sucesso de Poutin: Quem quer saber, melhor, o que você é, é aquilo que escreve ou pretende dizer. O resto sao cantigas, claro. FAR

Anónimo disse...

Nota bene: No IHT, de hoje,surgem uns artigos muito interessantes sobre o PUtin! Como sabem, o IHT é a edicao mundial do The New York Times. Mas às vezes traz artigos excluisvos. É este o caso: Dois universitários de Stanford uNIVERSITY,Michael McPaul e Kathryn Stoner-Weiss, publicam um artigo sensacional(parte) sobre os Mitos do sucesso de Poutin: Quem quer saber, melhor, o que você é, é aquilo que escreve ou pretende dizer. O resto sao cantigas, claro. FAR