quinta-feira, 3 de junho de 2010

Pós-Intelectual

Decidi finalmente arrancar com um blogue paralelo a este, onde publicarei sobretudo poemas e um ou outro texto mais intimista. Chama-se Pós-Intelectual e já está na lista "da casa", onde se destacam os blogues em que participam actuais ou antigos membros do 2+2=5.

6 comentários:

Anónimo disse...

textos intimistas?! oh céus! ele há com cada esquerdalho! e em verso ainda por cima... será em parceria com o rebelo, o moçoilo ciclista?

Anónimo disse...

O moçoilo poeta e ciclista é o JF. O Rebelo não pedala. É do tipo não fode, nem sai de cima.
O André no novo blogue não se dá ao comentário. Pudera! Escusava era de ter acabado com o 2+2 armado em censorzeco.

Anónimo disse...

Anónimo, obrigada pelo esclarecimento. Mas quem é o JF?

Anónimo disse...

O JF é aquele rapaz retornado que aqui comenta e caga no capim.

Anónimo disse...

E levar logo pela manhã com esta pérola intimista e´pós-intelectual??? "Porque eu quis ser
O que o Homem é."
Porfia rapaz, porfia. Olha que os ditadores começaram pelas artes e pela censura, sem qualquer sentido do ridículo.

Anónimo disse...

mas porquê ficar por uma pérola quando se pode ter a obra completa?


Porque eu quis ser
O que o Homem é
É que eu não fui
O que o Homem é


Porque eu quero
O segredo da metamorfose
E porque entendo o princípio
Como um conflito irrespondível
Entre mim e os outros
Porque eu sou o ser trágico por definição
Vejo esta gente palrando palavras
E quando vejo uma bandeira
Choro pela definição


Os nossos amigos
Partem aos poucos
E daqui a pouco
Também eu partirei
Também tu, meu irmão
Partirás, e virão outros
Para partirem também...