terça-feira, 1 de junho de 2010

A noite da vingança

Sábado foi dia em cheio para a PSP de Lisboa. Depois do arraial de porrada nas Portas de Santo Antão, logo após a manifestação, a que assisti pessoalmente (e que foi objecto de cobertura jornalística no mínimo nojenta - veja-se por exemplo esta notícia do DN - nada que não fosse esperado), voltaram a atacar no Bairro Alto à noite. Certamente feridos no seu orgulho depois dos acontecimentos da tarde, não quiseram deixar passar a oportunidade de malhar mais um bocado nos perigosos anarquistas - como bem nota o Ricardo Noronha, a crer na polícia, estes anarquistas parecem multiplicar-se como cogumelos, de um modo que nem o mais optimista dos anti-capitalistas julgaria possível.

Nota: se serve de alguma coisa, aproveito para referir que, para além de ser testemunha das cenas da tarde, conheço pessoalmente o Alexandre Gonçalves, o fotojornalista que aparece à direita na fotografia acima (vítima de agressão policial à noite), e que ele está muito longe de ser um "perigoso anarquista" (ou sequer um "anarquista" tout court).

1 comentário:

Táxi Pluvioso disse...

Vejo que Lisboa e a bófia estão muito boas.