sábado, 31 de maio de 2008

Viver quero comigo

Viver quero comigo,
gozar quero do bem que devo ao Céu,
a sós, sem testemunhas,
sem amor, nem ciúme,
nem ódio, nem esperança, nem receio
.

Luis de León

José Pinto de Sá

3 comentários:

Custardoy disse...

E o Poema?

Anónimo disse...

Linda mensagem.
Um abraço.

Anónimo disse...

E um grande viva à "Liberdade".