sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Homenagem ao Pintor Luís Ralha

Exposição Colectiva de Artes Plásticas da Associação de Artistas
Plásticos do Concelho de V. F. X., com Recital de Flauta e Cravo (OML)
Com um Recital de Flauta e Cravo (no âmbito do Protocolo celebrado com
a Associação Música Educação e Cultura | Orquestra Metropolitana de
Lisboa) e Homenagem ao Pintor Luís Ralha

Celeiro da Patriarcal, Vila Franca de Xira
Inauguração dia 20 de Setembro - 18h00
Até 19 de Outubro
Horário: 3ª a 6ª feira das 14h às 19h;
Sábado e Domingo das 15h às 19h;
Encerra às 2as feiras e feriados.


Pintura Luís Ralha

2 comentários:

Carlos A. Augusto disse...

Pedindo desculpa pelo abuso, chamo a atenção dos membros e leitores deste blog para a questão da destruição pelo Metro de Lxa dos painéis de azulejos de Maria Keil.
Está a correr uma petição em
http://www.PetitionOnline.com/MK2008PT/
Agradecimentos antecipados.
Carlos Alberto Augusto

João Soares disse...

O apego ao solo é paradoxal no Homem. Traduzido em posse e propriedade no indivíduo ou como território de um povo ou Nação.Gera guerras. Por outro lado sugere o questionamento da pertença, da raíz, da ausência, da base.
O solo, no entanto, tem sido usurpado e danificado sem planos nem observação das condições físicas nem respeito por padrões culturais.
Um abraço