sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Vai ser preciso largar

E ir...

Por agora fica um de uma série que pode ser vista aqui 

Cuidado! Não vale tropeçar nos clichés formais pelo caminho

Laura Nadar

2 comentários:

André Carapinha disse...

Muito bom. Vi uma magnífica conferência do Hardt aí há um ano, talvez um pouco mais, no Carpe Diem, a falar sobre arte, Focault, os cínicos e a atitude do filósofo "comprometido" com a intervenção no mundo... Excelente também!

Táxi Pluvioso disse...

A única coisa que ensinei nas aulas de filosofia foi a fazer cocktails Molotov (mas sem a azeitona, como Ferrer, só gasolina).