terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A consciência, a plenitude, o estado de alerta e, claro, o inconsciente

Parte de uma série que tenho acompanhado e onde se assiste a uma discussão sobre a mente, a massa, o cérebro, suas capacidades mas também, e sobretudo, sobre um conjunto de eventos que aparentemente constituem as fragilidades do ser humano e que aqui são muitas vezes tratados como marca de identidade. 
Porque as discussões tendem a juntar artistas, filósofos e cientistas, o objecto de estudo sai mais rico. Na rigidez do corpo é moldado um duplo corpo que desafia as regras e sobre ele assenta o problema de o próprio estar aqui ou sempre de fugida.
Um dos mais recentes episódios desta "Brain series", sendo que os outros podem ser encontrados aqui.

 dada a dificuldade em fazer upload do vídeo, fica o link na imagem.

Sem comentários: