quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Lições de Londres (1)

Acontecimentos como os de Inglaterra são perfeitos para assistirmos a autênticos festivais de primarismo, aqui como em outros sítios. Tudo é diferente quando somos "nós" os ameaçados; os nossos bairros, as nossas lojas, os nossos cafés. Aí, vai-se a consciência social, a solidariedade, a fraternidade ou o que os foda, e o outro torna-se um vândalo, criminoso, uma ameaça, a ser presa, deportada, exterminada, o que for preciso para nos manter em segurança.

1 comentário:

Táxi Pluvioso disse...

É a festa, alcançar a mercadoria através da montra. Destruir é a única ação consequente, outros que construam, os ingleses podem chamar a Halliburton.