sábado, 7 de julho de 2007

DA NATURA!

No odor fresco da manhã,
ouve-se o murmúrio do mar na praia,
aqui.
Mais o bater de uma vaga na rocha,
ali.
Uma linha de horizonte,
lá longe.
Um mar de turquesas
e um céu azul celeste.
O dia neófito,
deste lado da Terra
que se vira ao Sol.

Tantos que não percebem
que se vive a Natureza,
tantas vezes tolerante,
sempre bondosa,
geralmente generosa.
Ouvem falar dela
e já a viram em imagens.
Alguns lá foram e não a viram,
não sentiram e não perceberam!
Usaram-na esporcando-a,
gozaram-na violando-a,
exploraram-na ferindo-a,
roubaram-na matando-a,
desprezando-a!

Natureza é Terra!
Natureza é Sol!
Natureza é Ar!
Natureza somos Nós!

É preciso um futuro de horizontes abertos
ao respeito e à compreensão,
à tolerância e à partilha,
à alegria em harmonia,
ao Amor à Natureza!

E nem malfazentes nem maldizentes
farão frentes às mais puras vontades!

João Autor.

Sem comentários: