quarta-feira, 25 de abril de 2007

25 de Abril (o meu)

O antes era pior. Por muito que alguns tentem apagar o facto e dizer meia dúzia de mentiras torpes e nojentas, dia 24 de Abril de 1974 vivia-se pior em Portugal do que daí em diante.
O agora não é perfeito, está longe disso. Paulatinamente, regressamos ao antigamente... Sussurra-se cá em casa. Eu sou da geração do Hino da Alegria, o tempo em que a história acabou. Querem-nos fazer crer que chegámos ao fim da evolução histórico - política, quando cerca de 1/5 de portugueses vivem abaixo do limiar da pobreza e outros fazem lucros astronómicos.
O meu 25 de Abril, como o do Armando, também tem as saudades do meu tio João Neves e do meu tio António (que também fazia anos hoje).
E além disso, é um dia que todos os anos nos lembra que a história não acaba só porque uns dizem. Até porque em cada esquina, um amigo.

7 comentários:

perola&granito disse...

Hoje ofereço-te um cravo vermelho.

Anónimo disse...

"perola&granito":
Não sei quem és...
Mas verdade... verdade,
"a história não acabou"!
"Em cada esquina um Amigo",
em todo o sítio um Amigo!
Quando CREMOS!
Abraço. J.A.

Anónimo disse...

Hop's... não era para
"perola&granito"!!!
Era, sim, para "M.", que
publicou o post!
Acentuadas desculpas!
J.A.

Táxi Pluvioso disse...

Este ano o cravo estava a 50 cêntimos. Para o ano veremos...
Também não foi necessário tirar o "r" de revolução, nem pôr o Paulo de Carvalho a cantar "E depois do adeus", Zeca Afonso está no topo e a dar dinheiro, hurra!

Anónimo disse...

"E depois do adeus" não
tem nada a ver com nada!
E Zeca Afonso não tem nada
a ver com dinheiro!
Meu Deus... que confusão!

Táxi Pluvioso disse...

Essa agora! "E depois do adeus" foi a primeira senha para o celebrado movimento dos militares portugueses avançar. Já passaram uns anos é natural que esteja esquecido. Quem tem memória lembra-se do que se passou em 2006 com as festanças de Abril. Saiu de cena "Grândola" entrou "E depois do adeus" como banda sonora. Mas já passou um ano é também natural que esteja esquecido.

Zeca Afonso não tem nada a ver com dinheiro enquanto esteve vivo. Mas estamos em 2007, por isso, é necessário consultar os relatórios de contas do patronato dos discos para se perceber o significado da palavra "dinheiro", em relação a Zeca Afonso.

É verdade que se vivermos na lua não sentimos confusão alguma.

Chita disse...

O 25 de Abril para mim é Esperança!
É o meu dia dos Afectos.

" Levou-me tantas das pessoa que mais queria. E eu, já agora, quero-me? Sim.Não.Sim.Não-sim. Por enquanto meço o meu espanto, à medida que nas árvores da cerca uns pardais fazem ninho. A primavera mal começou e eles truca, ninho. Obrigado, Senhor, por haver futuro para alguém."

Extracto de "Crónica do Hospital", de António Lobo Antunes